Ferrovia Açailândia-Porto Nacional eleva transporte em 16% em 2019

A empresa de logística VLI, que integra terminais, ferrovias e portos, registrou no acumulado do ano até agosto uma alta de 16% nos volumes de movimentações no trecho ferroviário de Açailândia (MA) a Porto Nacional (TO) em comparação com igual período de 2018, informou a companhia nesta terça-feira.
Os terminais tocantinenses de Porto Nacional e Palmeirante já receberam mais 4 milhões de toneladas de grãos no ano, ante capacidade de 6 milhões de toneladas anuais, informou a VLI. O trecho é conectado à Estrada de Ferro Carajás e visa o transporte de mercadorias até o Porto de Itaqui (MA).
Soja, milho e farelos do Mato Grosso, sul do Pará e da fronteira agrícola Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), além de combustíveis e celulose, são movimentados na ferrovia.
"Nos últimos anos a VLI capacitou a ferrovia para dar suporte ao agronegócio na nova fronteira agrícola do Brasil", destacou em nota o gerente geral das operações da empresa no Maranhão e Tocantins, Fabiano Rezende.


Notícias Agrícolas

Postar um comentário