Três suspeitos por sequestro são mortos em Alto Alegre do Maranhão

Uma ação da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) em Alto Alegre do Maranhão– a 205 km de distância de São Luís – na madrugada desta sexta-feira (12) terminou com três suspeitos por sequestro mortos. Equipes da Seic descobriram um local pronto para cárcere que serviria de esconderijo para o filho de um empresário – que não tiveram nomes divulgados pela Polícia Civil.

No confronto com a polícia, morreram Carlos Alberto Mesquita dos Santos Sousa – condenado a mais de 80 anos por roubo de carro e carro-forte –; Sebastião Soares da Silva – condenado a mais de 100 anos por sequestro e mentor do sequestro do menino Pedro Paulo Lemes, em Imperatriz, MA, em 2012 –; e Joaquim Neto Alves Leal – condenado pela prática de roubos. Ambos os suspeitos eram foragidos da Justiça.
Segundo o superintendente da Superintendência de Investigações Criminais (Seic), o delegado Tiago Bardal, os suspeitos  já estavam sendo monitorados pela polícia desde o último dia 17, quando eles fugiram do Complexo de Pedrinhas. "Já estávamos no caso desde a fuga dos suspeitos em janeiro. Evitamos a execução do sequestro, mas durante a troca de tiros, os suspeitos não resistiram aos ferimentos e foram à óbito", afirmou.
Na ação, foram apreendidos ainda revólveres 357 e calibre 38 e uma pistola 7,65.

G1 MA

Postar um comentário